quarta-feira, 13 de maio de 2009

Alimentos Diet e Light



Em épocas que a mídia impõe um padrão de beleza "magro", muitas pessoas modificam a alimentação optando  pelo consumo de alimentos Diet ou Light objetivando atingir esse padrão! Na maioria das vezes irreal, afinal temos de respeitar nosso biotipo e principalmente nossa saúde! Você sabe qual a diferença de alimentos Diet e Light e por que não devem ser ofertado para crianças que não possuam patologias?

Alimentos Diet:
Muitas pessoas pensam que alimento Diet é aquele que não contém açúcar! Esse é um dos maiores mitos em relação aos alimentos dietéticos. Um produto para ser considerado diet é porque houve a retirada total de algum nutriente (pode ser açúcar, sódio, gordura ou proteína, por exemplo). Os produtos Diet se dirigem a públicos específicos com patologias (Diabetes e hipertensos, por exemplo).

Alimentos Light:
Produtos light são aqueles cujo valor energético (calorias) ou conteúdo de algum nutriente (açúcares, gordura, sódio, etc.) é baixo ou reduzido em pelo menos 25% quando comparado ao produto na sua apresentação normal. Ou seja, assim como ocorre com os dietéticos, os nutrientes restringidos nos produtos light podem ser vários. Só que, nesse caso, ocorre uma redução em relação ao original, e não necessariamente uma retirada total.

Atualmente as crianças crescem vendo os pais utilizando adoçantes no café, suco, preparações, tomando leite desnatado, refrigerante 0 ou diet ou light. Geralmente ela levará esses hábitos pra adolescência e idade adulta, e o pior é que normalmente não tem necessidade. Isso se torna preocupante a partir do momento que falamos em CRIANÇAS! Afinal elas estão em fase de crescimento. Precisam de gordura para absorver vitaminas, para formar estruturas, como pele, cabelos, entre outras. Existem estudos que indicam que o consumo de alimentos a base de adoçantes interferem no crescimento e desenvolvimento da criança, pois eles possuem substâncias como o ciclamato, sacarina e aspartato, contra-indicados para o consumo destas. Não sabemos ao certo quais os efeitos do consumo desses produtos a longo prazo, então o recomendado é restringir o consumo desses alimentos.
Agora, se o seu filho possui algum tipo de patologia como diabetes, dislipidemias, entre outros, é recomendado consultar uma nutricionista para melhor orientação sobre quantidades e tipos de produtos a serem utilizados. No caso de crianças obesas, o melhor caminho é a reeducação alimentar, onde será orientado a seguir uma dieta equilibrada e receberá orientações, como diminuir o consumo de doces e açúcar da alimentação infantil. O melhor é incentivar o consumo de frutas ao natural, leite integral adoçado apenas com o achocolatado, entre outros.
Recentemente a ANVISA reduziu a quantidade máxima da sacarina e do ciclamato em bebidas e alimentos e aprovou o consumo de três substâncias novas – a taumatina, o eritrol e o neotame, adoçantes já aprovados por outros organismos de saúde.
Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos Dietéticos e para Fins Especiais (ABIAD), os produtos diet e light mais consumidos no Brasil são: sucos, refrigerantes, pães, sobremesas lácteas, biscoitos, leites longa vida, margarinas, sorvetes, maioneses, cremes de leite, requeijões e geléias.
O melhor caminho é a informação! Procure um profissional e tire suas dúvidas. 


2 comentários:

Dolce disse...

Fernanda adorei as postagens,vc está de parabéns!!Só uma duvida?e verdade que o mel é prejudicial a saúde da criança!!

Fernanda da Silva - Nutricionista disse...

Olá Dolce! Obrigada.
O mel pode ser prejudicial a saúde de crianças menores de 2 anos, pelo fato de não sabermos ao certo a procedência do produto, a forma como foi manipulado, se havia higiene no local. Uma vez que muitas pessoas costumam comprar esses produtos de pessoas não registradas. Nessa faixa etária a criança não tem uma boa imunidade aos tipos de contaminação essa manipulação incorreta do mel pode transmitir, como uma alergia, vômito, entre outros e em alguns casos mais severos levar à morte. Melhor evitar, né!!! Bjos